Left Right

Defesa Pessoal

jul 18, 2010 | Sensei Helio Greca | Artigos, Principal | No Comments

Situações de risco fazem e sempre fizeram parte do cotidiano.

Com a banalização da violência e o aumento de situações como assaltos e seqüestros-relâmpagos, a demanda por cursos e atividades especializadas em defesa pessoal é uma resposta natural da sociedade.

A pessoa que busca um curso de defesa pessoal deve atentar a alguns detalhes para não correr riscos adicionais, como a falsa sensação de segurança ou a pouca preparação que alguns cursos podem oferecer em situações reais de perigo.

O praticante deve observar:

• a qualidade das atividades. Cursos com poucas horas de duração oferecem uma visão muito superficial da realidade.

• que determinadas artes marciais treinam somente ataques e defesas coreografados, exaustivamente, de forma repetitiva e mecânica.

• os exercícios aeróbicos que simplesmente combinam movimentos de artes marciais com dança têm como único beneficio a queima de calorias, não oferecendo nenhum preparo real para situações de confrontamento.

Estas três situações, se não observadas, podem-se incutir no praticante uma falsa sensação de confiança, pois ao conseguir executar movimentos coreografados treinados durante meses, induzem ao praticante supor que está preparado para se defender, podendo reagir de forma ineficaz ou até, imobilizar-se como um animal no meio da estrada, sob a luz dos faróis dum carro, correndo assim um grande perigo.

Estas formas de treinamento, podem ainda levar o praticante a um comportamento mecânico que não corresponde à realidade do que ele vai encontrar na rua, colocando-o em uma situação de perigo maior do que o esperado.

O Kenpo adota, desde o início do treinamento, uma forma realista de prática que coloca o aluno o mais próximo possível de situações reais de combate, sempre considerando a importância do treino correto, pois é através dele que se obterá o preparo para agir com repostas adequadas em situações de stress e medo inerentes, além de se acumular conhecimentos e reflexos cuja aplicação será extremamente útil.

Quando o praticante de Kenpo se vir nas situações reais para qual foi preparado, reagirá de maneira mais estruturada e organizada e na realidade, ele irá proceder da forma como treinou.

Tudo o que é feito repetidamente durante os treinamentos do Kenpo, condiciona o praticante a executar os golpes naturalmente, treinando a mente e o corpo para reagir de modo adequado e aprendendo os princípios que podem ser aplicados a qualquer situação.

Ao dar ao seu cérebro uma ordem que ele não esteja habituado ou adaptado (como bater fortemente na face ou nos genitais de alguém) ele hesitará. A hesitação causa medo e o medo faz com que o corpo fique paralisado, o que em uma situação iminente com um atacante violento, torna-se um desastre.

Desde o início da prática do Kenpo, estudam-se os principais alvos que serão atingidos no corpo humano sendo que as áreas mais sensíveis e mais fáceis de atingir no corpo humano são: olhos, nariz, garganta e genitais.  Para conhecê-los e utilizá-los em caso de necessidade, lembrando que os melhores alvos, são os atingidos de modo mais fácil, rápido e contundente para o adversário.

A partir do momento que perceba o risco, o praticante de Kenpo, através de treinamento é capaz de:

• Identificar a ameaça: seu tipo, quantos agressores e o nível de perigo;

• Decidir e escolher qual será a forma de reação;

• Verificar quais alvos estão acessíveis;

• Atacar até os atingir;

• Continuar o ataque até o adversário ficar incapacitado e/ou até a fuga do praticante ser possível.

Ao aprender e vivenciar estes conceitos, o praticante está preparado para as exigências de uma situação de confronto real.

Algumas Dicas Importantes:

• Nunca encare o agressor diretamente, mas tente memorizar sua voz, estatura, trejeitos, sotaque e se possível, cicatrizes, tatuagens ou marcas de nascença. Isso pode ajudar numa possível identificação;

• Tenha cuidado com esbarrões recebidos no interior de agências bancárias. É uma maneira de marcar quem retirou dinheiro e o assaltante (geralmente de moto) fica à espera do lado de fora;

• Nunca pare para discutir pequenas batidas, principalmente à noite. É comum os ladrões provocá-las para realizar o assalto. Se possível, anote a placa e depois vá à delegacia fazer a denúncia;

• Nunca permaneça dentro do carro estacionado. Se for esperar alguém, tranque o automóvel e aguarde em local seguro;

• No trânsito, se o semáforo estiver vermelho, reduza a velocidade. Pode ser que o sinal fique verde antes de ser necessário parar o carro;

• Nunca deixe a bolsa à mostra sobre o banco do carro;

• Se achar que está sendo seguido no trânsito, mude o trajeto. Caso a perseguição continue, evite lugares ermos e procure ajuda da polícia;

• Ao andar na rua, tenha cuidado para não mostrar objetos de valor como jóias, relógio, celular e, muito menos, dinheiro. Separe a quantia necessária para pequenos gastos, evite andar com cartões de banco e credito se não houver necessidade;

• Caso tenha sido abordado, não faça movimentos bruscos, fique calmo e mantenha as mãos onde o assaltante possa vê-las.

Venha fazer uma aula experimental e conhecer o Sistema Kenpo de Defesa Pessoal no endereço abaixo:

Academia Roma Fitness – A Arte Do Movimento

Campo Grande – Mato Grosso do Sul.

Av: Presidente Vargas n°1280 – Lar do Trabalhador.

Fones: (067)3043-0748 – (067)8112-9024

Comments are closed.